sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Retenção de líquidos

Muitos dos doentes que frequentam a minha consulta questionam-me acerca da retenção de líquidos,  por isso deixo-vos uma simples e breve explicação deste tema e alguns conselhos:

Quando não estamos perante esta situação (de retenção de líquidos), os níveis de líquidos corporais encontram-se equilibrados devido a um complexo mecanismo hormonal, que tem como função estimular a excreção de líquidos através da urina e do suor.

Se ocorre um desequilíbrio metabólico no nosso organismo, esta função é comprometida e surge a  retenção de líquidos, caracterizada por "inchaço" (edema) em algumas zonas especificas, como as pernas, abdómen, mãos, entre outras. Este desequilíbrio, de forma muito genérica, está presente quando há acumulação de água, devido a uma excreção não adequada, que pode ter inúmeras causas:

- Desequilíbrio hormonal, responsável pela regulação do nível de líquidos corporais;
- Alterações hormonais características do período menstrual;
- Consequência de algumas patologias, devido ao abrandamento da circulação de retorno sanguíneo e linfática, que faz com que o líquido estanque entre as células dos tecidos moles; 
- Alguns medicamentos, que desequilibram as forças que regulam a passagem dos líquidos do espaço celular e intersticial;
- Consumo de sal em excesso;
- Baixa ingestão proteica;
- Dieta muito restritiva;
- Défice de alguns nutrientes (Magnésio, Potássio, Vitamina B6 e C, ácidos gordos oméga 3 e 6) 
- Falta de exercício físico;

Alguns conselhos:
Aumentar ingestão proteica (p.ex: carne de aves, peixe e ovos);
Aumentar ingestão de frutas e vegetais;
Aumentar ingestão de frutos secos;
Aumentar ingestão de água;
Diminuir refeições pré-confeccionadas;
Diminuir ingestão de sal;
Diminuir ingestão de produtos de charcutaria;
Diminuir ingestão de bebidas alcoólicas;
Aumentar actividade física;

Elevar as pernas, também poderá ser uma óptima opção!

No fundo é optar por uma alimentação saudável!

Atenção!!É importante termos em atenção que a retenção de líquidos é característica de algumas patologias hepáticas, renais e cardiovasculares, desta forma, em caso de persistência e dúvida, o ideal é consultar o médico assistente.

Sem comentários:

Enviar um comentário